Concessionária orienta motoristas sobre uso do acostamento durante a viagem na saída para o Réveillon

Sem categoria

Crédito | foto: Divulgação/Rota das Bandeiras

Mais de 800 mil veículos vão trafegar pelo Corredor Dom Pedro durante o feriado e algumas dicas são essenciais para garantir a segurança da viagem

Mais de 800 mil motoristas deverão passar pelas rodovias do Corredor Dom Pedro durante a operação especial de tráfego preparada pela Concessionária Rota das Bandeiras para o Réveillon, entre os dias 29 de dezembro e 2 de janeiro, e um ponto que merece atenção especial do motorista é o uso do acostamento.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o acostamento é uma parte da via diferenciada das faixas de rolamento, destinada à parada ou estacionamento de veículos em situações de emergência. Também pode ser usado para a circulação de pedestres e bicicletas nas ocasiões em que não há local apropriado para esse fim. Portanto, o uso do acostamento é permitido em situações emergenciais como acidentes, pane mecânica, falta de combustível ou socorro médico.

A orientação para o motorista que necessita parar no acostamento é sinalizar o local ligando o pisca-alerta e posicionando o triângulo a uma distância segura do veículo (ao menos 30 metros), mantendo seus ocupantes atrás dos dispositivos de segurança – barreira de concreto ou defensa metálica (guard-rail) – de modo que fiquem distantes da rodovia. Se o motorista estiver em uma via monitorada pela Concessionária, ligue para o serviço de atendimento ao usuário para solicitar o apoio: 0800-770-8070.

“Nessa época do ano, é comum que famílias ou grupos de amigos viagem em comboio e, muitas vezes, marquem como ponto de encontro o acostamento da rodovia. Essa é uma situação extremamente perigosa e que pode estragar a diversão durante a viagem. Por isso, é importante que o motorista tenha a consciência de que o acostamento só deve ser usado em situações emergenciais. Para qualquer outra finalidade, você deverá usar um posto de serviço ou uma base do Serviço de Atendimento ao Usuário da Concessionária”, explica o coordenador de Operações da Rota das Bandeiras, Murilo Perez.

Outra situação que infelizmente é comum e deve ser evitada pelo motorista para garantir sua segurança é o uso do acostamento como uma espécie de sanitário. “Muitas vezes, o motorista acaba de passar por um posto de serviços ou por uma base SAU, que contam com sanitários adequados, e param no acostamento para usá-lo com essa finalidade, colocando sua vida em risco”, conta Perez, que orienta o motorista a programar sua viagem de forma antecipada. “Em uma ligação prévia à Concessionária ou mesmo em uma consulta pela internet, o motorista consegue verificar os pontos de apoio no caminho para programar sua viagem”.

Crédito | gráfico: Divulgação/Rota das Bandeiras

Cresce o número de acidentes no acostamento
A Rota das Bandeiras registrou 144 acidentes pela faixa do acostamento ao longo dos 297 km das cinco rodovias que formam o Corredor Dom Pedro entre janeiro e novembro de 2023. O número é 14% maior do que o verificado no mesmo período do ano passado, quando foram atendidas 127 ocorrências (veja tabela ao lado).

Na análise das ocorrências, chama atenção que o maior número de acidentes no acostamento tenha sido registrado justamente em meses de férias escolares ou feriados prolongados e datas comemorativas, quando muitos motoristas que não estão habituados a trafegar pela rodovia estão na estrada. Em 2023, os meses com maior número de ocorrências foram julho, com 26 acidentes, e maio – feriado do Dia do Trabalho e fim de semana do Dia das Mães –, com 25.

A Rota das Bandeiras também destaca que em hipótese alguma o motorista deve trafegar ou realizar ultrapassagens pelo acostamento, situações que colocam em risco a vida de outros motoristas ou mesmo de quem trabalha na rodovia. De acordo com o CTB, trafegar pelo acostamento é uma infração gravíssima, que resulta com punição de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa no valor de R$ 880,41.

Crédito | foto: Divulgação/Rota das Bandeiras

Atendimento ao Usuário
A Rota das Bandeiras oferece seis bases de atendimento ao usuário do Corredor Dom Pedro:

– D. Pedro I (SP-065) km 23, em Igaratá | km 75, em Atibaia | km 111, em Itatiba, pista norte | km 139, em Campinas, pista sul

– Professor Zeferino Vaz (SP-332) km 156, em Artur Nogueira, pista norte Anel viário Magalhães Teixeira (SP-83) km 15, em Campinas, pista sul

Os motoristas que precisarem de auxílio mecânico ou médico devem entrar em contato com a Rota das Bandeiras por meio do telefone 0800-770-8070. A ligação é gratuita e o Serviço de Atendimento do Usuário (SAU) da Concessionária funciona 24 horas.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *