Carcará jovem se recupera de trauma neurológico e escoriações nas asas na Associação Mata Ciliar

Sem categoria

Crédito/foto: Divulgação/Associação Mata Ciliar (AMC)

O carcará é uma ave de rapina que habita tanto áreas rurais como urbanas. É um predador generalista e oportunista, o que significa que se alimenta de quase tudo que acha, de animais vivos ou mortos. O carcará exerce um papel importante na natureza, pois para essa espécie o ato de caçar auxilia no controle populacional dos indivíduos.

Há pouco menos de um mês da sua chegada ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) da Associação Mata Ciliar (AMC), em Jundiai, oriundo de Piracicaba, com trauma neurológico e escoriações nas asas, este jovem carcará vem dando passos importantes para a sua recuperação clínica e, com os esforços de nossa equipe, o animal está cada dia mais próximo de ter uma segunda chance de vida.

“Depois dos primeiros exames observamos que ele estava com trauma neuro encefálico, apresentando incoordenação e ficando de cabeça baixa, então, iniciamos um tratamento específico. Aos poucos, ele foi melhorando e, atualmente, não apresenta resquícios do trauma, realizando comportamentos naturais sem dificuldades”, explica Giulianna Devechi, médica veterinária da Mata Ciliar.

Suas estratégias para obtenção de alimento são variadas: caça pequenos vertebrados como sapos e serpentes, e invertebrados, como insetos e aracnídeos; rouba filhotes de outras aves; arranha o solo com os pés em busca de amendoim e feijão; apanha frutos de dendê; acompanha tratores a arar a terra, para capturar minhocas e outros invertebrados. Pode ser visto coexistindo com urubus, compartilhando carniças.

Lembrando que a Associação Mata Ciliar (AMC) é uma entidade sem fins lucrativos declarada de Utilidade Pública Federal e que desde 1987 desenvolve diversas ações para a conservação da biodiversidade. Durante esse período foram diversos desafios enfrentados e conquistas alcançadas sempre em parceria com instituições privadas, poder público e com a sociedade.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *