Produto que explodiu em Paulínia era usado para produção de papel

Sem categoria

Técnicos da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, a Cetesb, fizeram uma vistoria na empresa Solenis, em Paulínia, onde uma carreta-tanque explodiu na manhã desta terça-feira.

O fogo foi controlado no local pelo Corpo de Bombeiros e pela brigada de incêndio da companhia.

No momento da explosão, a carreta estava descarregando epicloridrina, produto químico inflamável e tóxico utilizado na produção de papel, no tanque de armazenamento da indústria.

 

+ Receba notícias de Paulínia em seu WhatsApp, clicando aqui.

A empresa garantiu que o produto foi totalmente consumido na explosão e não afetou o meio ambiente.

As causas da explosão vão ser investigadas pela Polícia Civil, mas a suspeita é que o fogo tenha iniciado no veículo. A empresa também vai fazer uma apuração.

Duas pessoas foram encaminhadas para unidades de saúde de Paulínia: o motorista da carreta, que inalou fumaça, mas não sofreu nenhuma consequência mais grave, e uma funcionária da empresa que teve uma crise de ansiedade. Ela foi atendida e também passa bem.

No momento da explosão, havia 72 funcionários na empresa. Com o acionamento do alarme de emergência, eles foram um ponto de encontro e evacuados.

Apenas a brigada de incêndio da indústria permaneceu na planta para combater o incêndio.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *